Blog

4 cuidados com o cartao de credito que uma empresa deve ter

4 cuidados com o cartão de crédito que uma empresa deve ter

Apesar de não ser obrigatório aceitar outras formas de pagamento que não seja dinheiro, a maioria das empresas prefere dar outras opções ao cliente, como forma de comodidade. Porém, algumas delas podem causar bastante dor de cabeça se não forem observadas de perto, como o cartão de crédito e cheques.

Para evitar transtornos, conheça os 4 cuidados com o cartão de crédito que toda empresa precisa ter.

1. Observe bem as taxas
Não são só os clientes que colaboram com o lucro das empresas de cartões de crédito ao utilizar os juros, os comerciantes também trazem uma boa renda para o negócio. Antes de fechar contrato com a adquirente (empresa que aluga a maquininha) confira quais taxas você terá que pagar.
Geralmente, há um valor para o aluguel da maquininha, que varia conforme o modelo, 2,4% de vendas feitas no débito, 4,2% de vendas no crédito e 4,8% para vendas parceladas em mais de 6 vezes. Tenha essas taxas em mente e procure embutir no valor de venda dos produtos, para evitar problemas com clientes ou com a contabilidade.

No entanto, é preciso frisar que todos esses valores são negociáveis, dependendo do fluxo de vendas da sua empresa. Por isso, depois de usar o sistema por alguns meses, tente um desconto. Pode ser diretamente no banco, que ressarce o valor do aluguel do aparelho na sua conta, ou na própria empresa. Se preferir, você pode dizer que outra adquirente ofereceu uma proposta melhor, por exemplo.

2. Cuide da contabilidade
Para realizar o fluxo de caixa de uma empresa que vende com cartão de crédito, é preciso ter atenção redobrada. Isso porque o sistema tem suas peculiaridades, além das taxas já descritas.
Por exemplo: quando realiza uma venda a prazo, em parcelas, você também receberá o montante em parcelas. Caso opte por receber o valor total, a empresa de cartão te cobrará mais uma taxa. Ou seja: é preciso pesar bem as opções.

E não ache que somente a notinha do cartão já é suficiente para controlar o caixa. Sempre emita nota fiscal, pois ela poderá ajudar seu negócio de se livrar de fraudes, como veremos adiante.

 
3. Fique atento com os chargebacks

Essa palavra estrangeira faz menção a quando o comprador não reconhece a compra e aciona a empresa de cartão de crédito. Isso pode acontecer quando o cartão é clonado ou até mesmo por compradores agindo de má-fé.

Nesse caso, geralmente, a administradora do cartão de crédito cobra da empresa que efetuou a venda. Se ela já tiver recebido o valor, ficará sem receber as próximas vendas até quitar a dívida. Ou seja: o faturamento e fluxo de caixa ficam comprometidos.

Por isso é tão necessário manter um acompanhamento bem de perto das vendas no cartão de crédito: eventualmente, você pode sofrer desfalques. É claro que em quantidade muito menor do que se sua empresa tivesse que aceitar cheques, mas mesmo assim é possível.

Quando chegar o aviso dos seus chargebacks, revise todos os dados do pedido e da nota fiscal expedida, para ver se encontra rastros sobre o possível fraudador. Mesmo que não seja possível receber por pedidos antigos, muitas vezes você pode criar ferramentas para evitar novos prejuízos.

4. Tome cuidado com vazamento de dados
Essa dica vai especialmente para quem tem um negócio online, mas serve para todos aqueles que realizam vendas por cartão de crédito: guardar informações relativas ao processo de compra exige muita, mas muita segurança. Não economize nesse quesito e garanta bons certificados para seu conforto e do cliente.
Nas lojas físicas, também não custa nada ficar de olho em todas as pessoas responsáveis por manusear os cartões. Um funcionário mal-intencionado pode copiar dados sem ninguém perceber e trazer uma enorme dor de cabeça para seu estabelecimento. Em ambos os casos, uma conduta menos criteriosa pode arruinar o trabalho de toda uma vida.

Agora que você já sabe os cuidados com o cartão de crédito que uma empresa não pode deixar de ter, compartilhe nas redes sociais!

Compartilhar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.