Blog

casal denuncia ter sido vítima de tentativa do golpe da panela

Casal denuncia ter sido vítima de tentativa do golpe da panela

Casal denuncia ter sido vítima de tentativa do golpe da panela em Alagoas. Pelo menos é o que demonstra a abordagem de uma dupla suspeita em um hipermercado, localizado no bairro de Mangabeiras, em Maceió, na noite desta segunda-feira (16).

Polícia confirma que o esquema existe e orienta vítimas a denunciar casos

Segundo denúncia de um casal, que não quis se identificar, os suspeitos fizeram a abordagem oferecendo panelas com valores altos para vender em preço acessível e que deveriam ser pagos no cartão de crédito.

De acordo com as vítimas, os suspeitos estavam em um veículo Hillux com mais duas crianças e se apresentaram de forma bastante educada, oferecendo um conjunto de panelas de 19 peças suíço e de aço cirúrgico. O casal ofereceu as panelas, inicialmente, por um valor de R$ 4 mil, que poderia ser dividido em 12 vezes no cartão de crédito.

A mulher suspeita do golpe argumentava que precisava viajar na madrugada para outro estado e que levar as panelas na bagagem seria inviável, já que o peso da bagagem no aeroporto estava em um valor alto. O casal vítima da tentativa de golpe não aceitou a proposta, e os suspeitos insistiram diminuindo o valor. No final da tentativa, a suposta dupla golpista pediu que as próprias vítimas dessem a proposta do quanto podiam pagar.

As vítimas não aceitaram. E, desconfiadas de que seria um golpe, ao chegar em casa, pesquisaram na internet sobre ‘Golpe da Panela’. A busca resultou em diversos relatos de pessoas que caíram no estelionato. O modus operandi é sempre o mesmo como o relatado pelos alagoanos, que chegaram a ligar para o 190, mas como não anotaram a placa do carro, acabaram não registrando a ocorrência.

O crime ocorre quando as vítimas passam o cartão na maquineta. Os golpistas alteram o valor da compra para um preço muito maior do que o acordado, sem que os clientes percebam. Outra forma de roubar o dinheiro é clonando os cartões no momento em que eles fingem que a maquineta deu problema.

O 9° Distrito Policial, responsável pela área de Mangabeiras, em contato com a Gazetaweb, informou que o golpe existe, mas, em Alagoas, este tipo de crime não é registrado há mais de três anos. A orientação é que as vítimas do golpe ou que foram tentadas à compra registrem um Boletim de Ocorrência na delegacia da região onde o fato ocorreu, pois somente com as estatísticas os crimes são investigados.

Fonte: Por Mariane Rodrigues | PortalGazetaweb.globo.com

Veja também: Quais os tipos mais comuns de fraudes com cartões de crédito?

 

Compartilhar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.