Blog

Como as mudanças nos cartões de crédito afetam o TI?

O governo apresentou uma série de alterações no sistema de cartões de crédito. Você sabe o que isso pode acarretar para o segmento de Tecnologia da Informação? As novas regras trazem mais vantagens no uso do cartão e também incentiva o crescimento deste mercado. Por isso, este é um ano promissor para o setor de TI com grandes necessidades de sistemas e soluções de controle, gestão, cobrança, transações correntes, entre outros. Entenda:

Redução dos juros

Umas das medidas foi anunciada no final do ano passado. O presidente Michel Temer prometeu uma redução de mais da metade no valor dos juros no cartão de crédito no primeiro trimestre de 2017.

juros no cartão de crédito

Segundo uma pesquisa da Anefac (Associação Nacional de Executivos de Finanças, Administração e Contabilidade), a taxa chegou a 459,53% ao ano em novembro de 2016. O Brasil lidera disparado o ranking de juros do cartão na América Latina, com taxa média de 436% ao ano, 10 vezes maior que no Peru, o vice-líder (dados de um levantamento da Proteste – Associação Brasileira de Defesa do Consumidor – com seis vizinhos latinos, Brasil, Peru, Argentina, Colômbia, Venezuela, Chile e México).

A redução dos juros é uma medida que traz benefícios para todos que vendem com cartão de crédito. Isso porque a mudança incentiva o consumidor a ter e utilizá-lo. E pela praticidade e regalias deste meio de pagamento, as pessoas compram ainda mais.

Compatibilidade com todas as bandeiras

Outra alteração é o fim da exclusividade de bandeiras em maquinetas de cartão. As maquinetas poderão aceitar o pagamento com cartão de todas as bandeiras. O prazo para se adequar a esta exigência vai até o dia 24 de março deste ano (2017). Ao impedir a exclusividade, a mudança beneficia o consumidor, por reduzir o custo para os lojistas permitindo ter apenas uma maquineta para aceitar todos os cartões do mercado.

Os lojistas irão aceitar muitas bandeiras, cada uma delas cobra uma taxa diferente. É por isso que o mercado de TI deve ficar atento, já que os sistemas de controle e gestão de finanças devem realizar uma conferência diária destas inúmeras tarifas de forma simples e prática. E para isso é fundamental ter conhecimento sobre o assunto, sobre o mercado de cartões e uma plataforma inteligente que possa fazer este controle de forma automática.

Preços de acordo com a forma de pagamento

Sabe aquele desconto oferecido para quem paga com dinheiro? Ele é praticado mas não era autorizado. Isso também vai mudar! O Diário Oficial da União publicou a Medida Provisória 764 que autoriza o lojista a oferecer desconto de acordo com o meio de pagamento (dinheiro, boleto, cartão de débito ou de crédito).

Esta é mais uma alteração que exige um controle mais preciso. Como os valores serão diferenciados para cada venda, aumenta a necessidade de um controle minucioso das vendas e pagamento para quem vende com cartão de crédito. Isso requer o uso de ferramentas mais precisas para o controle financeiro.

mudancas-no-mercado-de-cartoes

Crédito da imagem: Portal Planalto

Prazos de pagamento menores

O governo também pretende reduzir o número de dias que as operadoras de cartão de crédito têm para pagar o lojista. Hoje, o cliente realiza uma compra e o comerciante só recebe o pagamento 30 dias depois quando crédito à vista. Esta mudança tende a reduzir a antecipação de recebíveis mas exige um controle financeiro mais preciso, para conferir se as vendas estão sendo creditadas de acordo com os prazos acordados. E podem aumentar muito a demanda no TI ao gerar a necessidade de aprimoramento de sistemas de controle das finanças para melhor atender as empresas.

Diante desta nova realidade fica ainda mais evidente a necessidade do desenvolvimento com melhorias nas tecnologias para fornecer soluções para este gigantesco mercado de cartão de crédito, que traz novidades constantemente e apresenta a cada ano forte crescimento.

É por isso que a Conciliadora desenvolveu um sistema de controle de vendas e pagamentos com cartão integrado com as adquirentes e bancos. Fazendo a conciliação dos cartões de forma simples e efetiva. Disponível a todos lojistas e podendo ser integrado ao seu ERP.

Compartilhar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.