Blog

Erros e acertos na conciliação de cartões

Erros e acertos na conciliação de cartões

São diversos os possíveis erros na conciliação de cartões. Há quem faça essa conferência de forma manual, usando planilhas, há quem faça uso de sistemas e também aqueles que não conciliam por falta de tempo.

Fazer a conferência de todas as vendas com cartão manualmente é impreciso.
Quanto maior o volume de transações com cartão, maior será a sua dificuldade na gestão. Ou seja, imagine uma empresa que faça 500 vendas por mês, o que é muito comum. Isso representaria 1000 transações por mês, distribuído nas mais diversas operadoras de cartão e bandeiras, sem contar com as vendas parceladas, onde cada parcela considera-se 2 transações. Entenda que 1 transação ocorre no ato da venda e a outra no pagamento pela operadora.

A conferência para ser efetiva, requer sua atenção tanto na venda, como no pagamento. Controlar tudo isso através de planilhas e acessos a diversos sites das adquirentes é um trabalhão.

Boa parte do seu tempo acaba sendo consumido e, ainda, com margem elevada para erros.
E isso, você não quer.

A certeza de que tudo foi pago devidamente pelas operadoras de cartão é uma das suas prioridades, certo?

E as taxas? Como já se sabe, as taxas cobradas pelas operadoras de cartão variam para cada bandeira, o que é informado em contrato. Mas, você consegue monitorar se todas essas taxas estão sendo cobradas como combinado?

Pois é, essa pergunta requer reflexão e muita atenção. Problemas com as taxas acontecem, acredite! Sua empresa pode estar perdendo muito dinheiro por conta disso. Por isso, não ter esse controle é um erro de gestão.

Um sistema como a Conciliadora, é uma solução para garantir o devido acompanhamento de todas essas taxas e sem perda de tempo!

Vendas parceladas e recorrentes
Vendas dessa forma exigem atenção especial e, não fazer isso, é um erro.
O motivo principal é o fato de que os pagamentos que seguem a meses posteriores à venda, podem a qualquer momento ser interrompidos, seja por ordem do comprador junto a administradora do cartão ou por falhas de sistema.

Se você não faz um acompanhamento constante, é possível que deixe de receber ou receba parcialmente por uma venda realizada meses atrás. Situações como esta, podem causar imensos prejuízos à sua empresa.

A conciliação dos cartões por um sistema conciliador é a solução mais indicada.

 

Falta de tempo para conciliar as vendas com cartão

Falta-de-tempo-para-conciliar-as-vendas-com-cartão

Esse é um dos maiores empecilhos, não é? Sempre surge algo mais urgente que acaba impedindo a conferência com a devida atenção.

Como falamos acima, a conciliação manual com uso de planilhas e acesso a diversos sites das operadoras de cartão é muito complicado e toma muito tempo da equipe. Por isso, você deve buscar soluções para viabilizar essa tarefa que precisa ser feita, no mínimo, mensalmente.

Bons sistemas de conciliação, são práticos, efetivos e permitem que você confira todo o fluxo das vendas com cartão de um mês inteiro em poucos minutos.

Acredito que o pouco que falamos acima, já deixa claro que fazer uma conciliação efetiva dos cartões é indispensável.

Lembre-se que a gestão financeira é a alma do negócio!
Gostou? Veja também:
Como funciona o mercado de conciliação no Brasil: a necessidade da evolução tecnológica
6 motivos para sua empresa investir na conciliação de cartão de crédito

Compartilhar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.