Blog

Golpes de cartão de crédito brasileiros

Golpes de cartão de crédito brasileiros

Atualmente cada vez mais pessoas visitam o Brasil e isso fez com que o país se tornasse o lugar perfeito para a fraude de cartões de crédito.  Além da infinidade de trojans bancários e do golpe do boleto, a fraude dos cartões de crédito é o ataque favorito dos cibercriminosos brasileiros.

O especialista da Kaspersky Lab, Fabio Assolini, investigou a técnica das fraudes e listou relatos de algumas histórias de conhecidos que foram vítimas de golpes no Brasil. Todas as vítimas são viajantes experientes que utilizam o cartão de crédito de forma consciente e preventiva, mas ainda assim tiveram que lidar com as consequências dos golpes.

Um dos amigos de Fabio Assolini, contou sobre uma fraude de cartão de crédito que sofreu durante uma viagem de negócios. Ele viajou para São Paulo e teve o cuidado de não usar seu cartão crédito, exceto para pagar as despesas no hotel, confiando que se tratava de um estabelecimento com prestígio multinacional. Infelizmente, esta relação de confiança foi inválida devido aos efeitos de um malware nos computadores usados ??para gerenciar as transações. Seu cartão de crédito foi clonado e posteriormente utilizado para compra de passagens aéreas, fazer reservas em hotéis e, até mesmo, para registro em um site de horóscopo online. Os gastos totalizaram 4 mil reais e, levando em consideração que se tratava de um banco latino-americano, cujas políticas fazem pouco para proteger os clientes, portanto o mesmo ficou responsável por cada centavo que não foi recuperado por meio das transações em disputa.

Quando se é estrangeiro enfrentam-se muitas desvantagens, não percebendo, por exemplo, que essas ameaças também estão presentes nas grandes instituições, como hotéis multinacionais, bancos, restaurantes, etc.

Em um caso parecido, outro conhecido relatou ter observado cuidadosamente o uso do cartão de crédito durante a sua estadia no Brasil. No entanto quando estava saindo do país no aeroporto, ele decidiu comprar uma camisa da seleção. A operação demorou já que o funcionário da loja afirmou que o cartão continuava aparecendo como recusado, de modo que eles precisavam levá-lo para outro ?postnet?, que estava no fundo da loja ? uma técnica casual usada para ganhar tempo, a fim de clonar um cartão de crédito longe da vista do seu dono. Finalmente ele saiu com sua camisa do Kaká, porém os cibercriminosos já haviam capturado suas informações e assim compraram com sucesso todos os materiais necessários para ajudar a construir uma casa e reparar um carro no Brasil, totalizando 30 mil dólares em despesas. Felizmente, este amigo era filiado a um banco dos EUA e pagava uma taxa anual contra fraude para uma seguradora. Com isso, a situação foi resolvida sem muitos problemas para ele.

Por isso, é muito importante que não só as pessoas que viajam ao Brasil, mas também os brasileiros tomem uma postura de segurança proativa quando estiver viajando pelo território do país.  Entre em contato com o seu banco e peça para trocar a tarja magnética do seu cartão por um de chip e pin. Se possível, peça um cartão de viagem, já que essas podem ser descartadas logo depois da viagem. Recomendamos também que ao viajar, você opte por usar dinheiro em cédula, isso o deixará mais tranquilo e longe das fraudes de cartões de crédito.

Fonte: https://blog.kaspersky.com.br/cuidado-com-a-fraude-do-cartao-de-credito-brasileiro/3509/

Compartilhar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.