Blockchain: entenda como essa tecnologia pode agitar o mercado

Blog

Blockchain: entenda como essa tecnologia pode agitar o mercado

Blockchain: entenda como essa tecnologia pode agitar o mercado

Vamos voltar ao ano de 2008. Foi nele que a Blockchain surgiu junto com o Bitcoin. Mas foi só em 2009 que tanto a Bitcoin quanto o Blockchain foram lançadas em código aberto para o público.

Desde então a euforia sobre a nova tecnologia garantiu números positivos em relação ao seu uso e crescimento. Mas no ano passado, não foi bem assim.

Apesar de apresentar queda, isso não significa que nos próximos anos a tecnologia não vai vingar. Ela ainda está em um período que podemos chamar de análise.

Segundo alguns estudos, a receita de serviços de blockchain no Brasil, poderá crescer até 63,4% até 2024.

Para 2019, por exemplo, especialistas preveem um uso ainda mais abrangente do blockchain. Variadas no sentido de incluir desde o setor de saúde até o segmento aeroespacial.

A novidade é que algumas consultorias globais já indicaram que o termo Blockchain pode não ser usado mais, sendo substituído por DLT (Distributed Ledger Technology).

Mas, afinal, o que significa blockchain?

Hoje, para a realização de transações, precisamos de intermediários, como bancos, adquirentes, entre outros. Basicamente o Blockchain foi criado para isso. Entenda melhor:


Já leu o nosso último artigo sobre o fim do dinheiro e suas mudanças: Como e por que isso vai acontecer?

O que é blockchain?

O blockchain é uma das tecnologias por trás do Bitcoin. Então, vamos entender primeiro o que é bitcoin.


A bitcoin é uma forma de dinheiro eletrônico. Se trata da primeira e mais famosa criptomoeda descentralizada do mundo!

Ela permite a realização de pagamentos através de transações on-line.

O blockchain se trata de um local onde ficam armazenadas todas as informações sobre as transações de Bitcoins. Uma espécie de banco on-line.

Impactos no mercado

Agora vamos parar para analisar o cenário financeiro.

Já podemos ver mudanças no panorama. Isso porque a expectativa é que essa tecnologia simplifique as transações, torne tudo mais seguro e com o mínimo de fraudes possíveis.

Além de outros benefícios como redução de custos, aumento da produtividade, geração de novos serviços e transparência das informações.

Ao analisar o processo de abertura de capital das empresas, é possível verificar que, nos últimos três anos, a tecnologia Blockchain gerou grande impacto.

Novas empresas como startups e scale up scales têm procurado o mercado de tokens e não o tradicional mercado de ações.

Como resultado, elas levantaram em 2018 mais de US$ 18 bilhões com a emissão de tokens baseados na tecnologia Blockchain (ICO).

As bolsas de valores não podiam ficar de fora e também estão se movimentando para facilitar o processo de abertura de capital com novas tecnologias.

Pode-se notar a busca por tokenização dos ativos, com base na tecnologia Blockchain. Como assim? São gerados tokens digitais representativos de ativos existentes, tal como ouro, certificados de dívida, ações, imóveis etc, garantindo maior segurança para os investidores.

Se tudo ocorrer dentro do esperado, o mercado sai ganhando! O blockchain vai transformá-lo.


Sua empresa precisa estar atualizada. Como as novas tendências de pagamentos podem impactar seu negócio?

Blockchain é seguro?

Para falar de segurança, vamos explicar como funciona o processo, é simples.

Cada uma das transações realizadas possui um código único no Blockchain.

Esse código é verificado pelos próprios usuários. Assim que a transação é armazenada à blockchain por meio de um bloco.

Conheça os chamados mineradores, a vigilância e a verificação de todas essas informações são feitas pelos próprios usuários logados à rede.

É essa verificação que evita fraudes.


Conheça as vantagens da blockchain

Blockchain: entenda como essa tecnologia pode agitar o mercado

Armazenamento distribuído

Você sabia que os dados da Blockchain costumam ser armazenados em milhares de dispositivos numa rede distribuída de nodes (nós)?

Isso é um ponto positivo em relação à segurança. Os sistemas são altamente resistentes à falhas técnicas e ataques maliciosos.

Como um node é possível replicar e armazenar uma cópia do banco de dados, caso um deles fique off-line, a disponibilidade ou a segurança da rede não é afetada.

Diferente dos dados convencionais que dependem de um servidor apenas, se tornando mais vulneráveis.

Estabilidade

Os dados registrados na Blockchain são extremamente difíceis de remover ou alterar, ou seja, os registros financeiros ou quaisquer outros ficam permanentemente armazenamos.

Com isso, é possível rastrear as movimentações de um funcionário da sua empresa, por exemplo, minimizando as possíveis fraudes.

Sistema Trushtless

Os sistemas de pagamento hoje dependem de intermediários como bancos, adquirentes ou fornecedoras de pagamento.

Com a Blockchain, isso não é mais necessário. A rede de nodes já verifica as transações, sendo assim chamada de “Truthless”. Não é preciso confiar em outras organizações.


Uma opção altamente eficiente para proteção das informações. 6 elementos que um gateway de pagamento deve ter para ser eficaz

Desvantagens do blockchain


Ataques de 51%

Sabe o que é o algoritmo de consenso Proof of Work (PoW)? Ele  que protege o Blockchain da Bitcoin.

Apesar de ter sido provado ser muito eficiente ao longo do tempo, ainda existem alguns ataques em potencial contra esta rede, como o Ataque de 51%.

O lado bom é que o Blockchain é muito resiliente com capacidade de adaptar rapidamente em resposta a um ataque.

Chaves Privadas

Cada conta (ou endereço) no Blockchain tem duas chaves correspondentes: uma chave pública (que pode ser compartilhada) e uma chave privada (que deve ser mantida em segredo).

Caso um usuário perca sua chave privada, os fundos são perdidos definitivamente. Não há nada que se possa fazer para recuperá-los.

Armazenamento

O Blockchain do Bitcoin atualmente requer cerca de 200 GB de armazenamento.

A velocidade no crescimento dos Blockchains parece estar superando o visto na capacidade dos discos rígidos (HDs) e a rede corre o risco de perder nodes se o livro ficar muito grande, impedindo que usuários baixem e armazenem o mesmo.

Acesse www.conciliadora.com.br  e siga a Conciliadora nas redes sociais, Facebook, Instagram e Twitter (@Conciliadora).

Compartilhar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.