Blog

CNAB: para que serve o arquivo bancário na conciliação de cartões?

CNAB: para que serve o arquivo bancário na conciliação de cartões?

O volume de transações bancárias realizadas no meio digital cresce cada dia mais. Para que não ocorra um descontrole da situação e todas as operações possam ser efetivadas, a ajuda de novas tecnologias é mais do que necessária.

Uma dessas tecnologias é o arquivo CNAB, que registra as informações de todas as transações automaticamente.

Neste artigo, vamos te mostrar para que serve o arquivo bancário na conciliação de cartões. Além disso, vamos esclarecer outras dúvidas sobre esse assunto. Confira!

Já leu nossa matéria sobre o lançamento do terminal de pagamento próprio do iFood?  Clique aqui!

O que é o arquivo CNAB?

O que é o arquivo CNAB?

 

A sigla CNAB é a abreviação para “Centro Nacional de Automação Bancária”, e é um software que oferece uma interface para a troca de informações online e padronizada entre clientes, empresas e bancos.

Esse software foi criado pela Federação Brasileira de Bancos (Febraban), que é o órgão responsável pelo seu controle. O arquivo CNAB 240 é um registro bancário em que constam os lançamentos de crédito realizados em uma determinada conta.

Leia nossa matéria sobre a mais nova adquirente: a Credicard com sua maquininha Pop!

Para que serve o arquivo CNAB?

Para que serve o arquivo CNAB?

O arquivo CNAB 240 é mais conhecido por ser usado na otimização da conciliação de boletos, ou seja, na baixa automática de pagamentos dessa modalidade.

O que poucos sabem é que o arquivo também pode ser usado para otimizar o processo de conciliação de pagamentos referentes às vendas em cartão, através do sistema da Conciliadora.

Confira quais são as 4 principais causas para riscos financeiros na sua empresa e se proteja!

Como otimizar a conciliação das suas vendas com o CNAB 240?

Como otimizar a conciliação das suas vendas com o CNAB 240?

Para realizar a conciliação bancária, sem a contratação do arquivo CNAB 240, você teria que acessar o site do seu banco, exportar o extrato bancário e, em seguida, fazer o upload dele no sistema da Conciliadora, o que demanda um certo tempo na sua rotina.

Contratando o CNAB, esse processo é automatizado, você já não precisa acessar o site do seu banco.

A própria instituição bancária vai enviar os extratos para a Conciliadora através de uma empresa de tráfego de dados, após a sua aprovação. Claro! Toda essa transação é realizada com total segurança.

Veja também essa matéria sobre monitorar taxas e reduzir custos nas vendas em cartão.

Qual o custo desse serviço?

Provavelmente você deve estar se perguntando qual o custo do CNAB, não é mesmo?

Os custo do envio dos dados do banco até o nosso sistema já está incluso na mensalidade que o cliente paga à Conciliadora.

No entanto, os bancos podem aplicar uma taxa de serviço que será cobrada diretamente a você, sem nenhuma ligação com a Conciliadora.

Cada instituição bancária tem uma política diferente em relação a cobrança dessa taxa. Sendo assim, os critérios que são levados em consideração para calcular seu valor são a frequência de envio do arquivo (diário, semanal ou mensal) e o perfil do cliente.

E aí ficou com alguma dúvida sobre o arquivo bancário CNAB? Então deixe no comentário a sua dúvida que vamos esclarecer.

Para saber mais sobre o que a Conciliadora pode oferecer ao seu negócio acesse nosso site.

Compartilhar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.