Como usar o funil de vendas no Inbound marketing

Blog

Como usar o funil de vendas no Inbound marketing

Como vender mais usando o funil de vendas no Inbound marketing?


Considerada uma das estratégias de divulgação mais utilizadas nos últimos anos, o Inbound Marketing é focado na produção de conteúdo relevante para educar o público sobre algum assunto, com intuito de iniciar relacionamento mais próximo com os consumidores.

E uma das principais razões é o seu custo-benefício. De acordo com pesquisa da Martech, as empresas que usam inbound tem um CPL (custo por lead) 3 vezes menor que outras estratégias.

Para adotar o Inbound Marketing é necessário definir as características do público-alvo da empresa.

Uma forma de identificar o público-alvo da empresa é com a criação de uma persona, um personagem fictício que representa o cliente ideal da empresa.

Após definidas as características do seu público é necessário adotar o funil de vendas, que tem como objetivo identificar a jornada de compra do cliente desde o primeiro contato até a conclusão da venda.

Com o funil de vendas a empresa consegue identificar cada consumidor, produzindo conteúdo direcionado com muito mais assertividade.

Para resolver as dúvidas sobre essa estratégia, saiba como usar o funil de vendas no Inbound Marketing para aumentar faturamento de uma empresa.

Funil de vendas

Como usar o funil de vendas no Inbound marketing


Antes de adotar estratégias de marketing horizontal e vertical no Inbound Marketing é necessário adotar o funil de vendas para identificar a jornada do cliente na empresa.

Considerada uma estratégia eficiente, o funil de vendas é responsável por definir a jornada do cliente na empresa desde o primeiro contato até o fechamento da venda.

Existe uma divisão do funil em três etapas, que são caracterizadas como:

Topo do funil

Essa etapa é conhecida como a da consciência, pois aqui o leitor começou a conhecer a empresa e que precisa saber sobre o assunto.

Devido a essa necessidade é preciso criar um material que eduque o leitor, fazendo conhecer do assunto.

Meio do funil

O meio é considerado a segunda etapa do funil de vendas. Nessa etapa, o leitor admite que existe um determinado problema e que precisa conhecer as melhores maneiras de resolver a questão.

Nesse processo, o usuário consegue identificar o problema e, logo após, fornece os dados pessoais para adquirir um conteúdo exclusivo que indica a solução, tornando-se um contato comercial qualificado.

Fundo do funil

O fundo do funil é uma etapa na qual o leitor conhece o problema e busca as melhores soluções para resolvê-lo. Entretanto, ele é incapaz de resolvê-los sozinho, precisando contratar um serviço especializado.

Nesse momento é preciso que a empresa ofereça seus serviços, mostrando ser os mais eficientes para transformar o leitor em cliente e posteriormente ser um consumidor fiel com ações de pós venda.

Como usar o Inbound Marketing no funil de vendas?


O funil de vendas é algo fundamental para estabelecer uma estratégia de produção de conteúdo para inbound marketing. Cada etapa do funil determina o estágio que o leitor se encontra.

Para cada fase do funil existe um material diferente a ser produzido de acordo com o processo de decisão de compra do cliente. Dessa forma, cada conteúdo é feito para o cliente certo.

Portanto, veja como a empresa deve produzir conteúdo para cada cliente do funil de vendas:

Topo

Para os clientes que se encontram no topo do funil criar um tipo de conteúdo que incentiva o aprendizado do leitor.

Esses conteúdos devem estimular a consciência e o conhecimento do leitor sobre um determinado problema que ele não conhece de forma fácil e didática.

Nessa etapa foque na produção de artigos que dão uma introdução sobre o tema relacionado a sua empresa como: “o que é Email Marketing?” por exemplo.

Um ponto importante: nessa etapa do funil, fale sobre temas relacionados a sua empresa e não sobre o produto.

Meio

No meio do funil de vendas, o cliente já conhece o assunto e agora está em busca das melhores soluções para o seu problema.

Considerada a etapa da intenção e da consideração, o próximo passo é criar um conteúdo rico que aprofunde o conhecimento do leitor sobre o assunto.

Além de artigos com um conteúdo mais aprofundado, pode-se produzir outros tipos de materiais como e-books, whitepapers, vídeos e E-mails Marketing.

Esses materiais são oportunidades para conseguir os dados pessoais desses leitores para iniciar um relacionamento com o cliente. Crie uma Landing Page (formulário de cadastro) para adquirir essas informações, em troca, a empresa pode disponibilizar o conteúdo rico.

Quanto maior valor o leitor ver na oferta, mais dados ele irá disponibilizar em troca do conteúdo.

Com essas informações a empresa consegue criar uma base de leads qualificados (clientes em potencial), possibilitando a nutrição desse leitor para aumentar o interesse dele pela empresa.

Fundo

A terceira e última etapa do funil é voltada a avaliação do cliente sobre qual empresa ele deve escolher para resolver o problema.

Para garantir que esse contato comercial se torne um cliente é necessário criar um conteúdo sobre o mercado em questão, incluindo estudos de caso, pesquisas de mercado, páginas do site dedicadas ao produto e as demonstrações do mesmo.

Ou seja, a companhia precisa produzir um conteúdo de mostre ao seu consumidor que o seu produto é o melhor do mercado e que o cliente terá vários benefícios em adquiri-lo.

Esse conteúdo detalhado deve ser produzido para mostrar a esse lead que a empresa é a melhor solução para resolver seu problema.

Use o funil de vendas no Inbound Marketing

Como usar o funil de vendas no Inbound marketing


O funil de vendas é um conceito muito importante para definir o estágio do cliente na empresa. Com as informações sobre o cliente a empresa consegue implementar a melhor estratégia de inbound marketing para produzir conteúdo.

Todo funil de vendas deve ser dividido em três etapas: topo, meio e fundo. E para cada etapa existe um conteúdo informativo exclusivo.

Para quem se encontra no topo, o conteúdo deve despertar o conhecimento desse futuro cliente. Esse material deve estimular o leitor a se interessar pelo tema, produzindo algo que eduque e informe sobre o assunto.

Já para os clientes do meio do funil o material deve ser diferente. Ele já conhece o problema e procura por um conteúdo aprofundado. A empresa deve produzir um amplo material para esse leitor, oferecendo em troca os dados pessoais, transformando em lead qualificado.

E para os clientes do fundo do funil o diálogo deve ser voltado para transformar o leitor em cliente. O conteúdo direcionado a esse público deve informar sobre o produto e suas demonstrações, com estudos de caso para mostrar que a empresa pode resolver o problema.

Portanto, conhecer o cliente é fundamental na hora de implementar o Inbound Marketing, pois com o conhecimento da jornada de compra, fica mais fácil saber qual material produzir para ter resultados e aumentar sua carteira de clientes.

Esse artigo foi produzido por Mateus Portela, redator do Soluções Industriais.

Compartilhar

Faça um comentário

Seu e-mail não será publicado.